• Áliston Meneses

Programa emergencial para o setor de eventos é aprovado na Câmara dos Deputados

Os deputados poderão analisar nesta quarta-feira (3) os destaques que tentam alterar pontos do texto.


A Câmara dos Deputados aprovou o texto-base do Projeto de Lei 5638/20, que cria o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse).


De autoria do deputado Felipe Carreras (PSB-PE), o projeto prevê o parcelamento de débitos de empresas do setor de eventos com o Fisco federal, além de outras medidas para compensar a perda de receita em razão das medidas de isolamento decretadas para conter a pandemia de Covid-19.


De acordo com o texto da relatora, as ações beneficiarão as empresas de hotelaria em geral; cinemas; casas de eventos; casas noturnas; casas de espetáculos; entre outros.


Renata Abreu disse que a proposta é fundamental para garantir a sobrevivência do setor de eventos. De acordo com a relatora, o segmento foi o mais prejudicado pela pandemia. "Foi o primeiro a parar, sem perspectiva de voltar", comentou.


A deputada também afirmou que as empresas do setor encontram dificuldade de obter crédito bancário.


Já o deputado Felipe Carreras declarou que o setor de eventos é "a alma da cultura". Segundo ele, a proposta vai renovar a esperança e "reduzir as dores" do setor, que está sem perspectivas.


O deputado Jorge Solla (PT-BA) lembrou que o setor de eventos permite a geração de empregos e é constituído principalmente por pequenas empresas e microempreendedores. "O setor gera efeito em cascata para várias atividades, com geração de renda para ambulantes, produtos, insumos", afirmou.



Agência Câmara de Notícias


Veja mais notícias no Aconteceu PB.



Receba nossas atualizações

  • Facebook ícone social
  • Instagram

© 2019 Aconteceu PB — Todos os direitos reservados