• Áliston Meneses

Oxigênio doado pela Venezuela chega ao Amazonas


Na noite desta terça-feira (19.jan), caminhões com cilindros de oxigênio doados pela Venezuela chegaram a Manaus. O Amazonas tem passado por momentos difíceis devido à falta de oxigênio nos hospitais, 7 pessoas morreram por falta de oxigênio em Coari. Nesta quarta-feira (20.jan), cinco usinas independentes para a produção de oxigênio, doadas pelo Hospital Sírio Libanês, de São Paulo chegam ao Amazonas. O material será encaminhado às unidades de saúde do interior. O carregamento que chegou em Manaus nesta segunda foi levado à sede da White Martins, empresa que fornece o insumo para o estado. A empresa informou nesta semana que a demanda aumentou em cinco vezes e é quase o triplo da sua capacidade de produção. O governo do Amazonas também informou que iniciou na tarde de terça-feira (19.jan), a montagem das duas usinas de oxigênio que vão atender a enfermaria de campanha montada no estacionamento do Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz, referência no tratamento da Covid-19 no estado. Os seis tanques que irão armazenar o oxigênio, o compressor e usina já estão no local. As usinas vão produzir 26 metros cúbicos do insumo, por hora, e irão atender a demanda dos 50 leitos que fazem parte da estrutura da enfermaria de campanha. A expectativa é de que as usinas do Delphina sejam montadas em três dias. (com informações do SBT/TV Norte Amazonas)


Leia outras notícias em AconteceuPB.com.br . Curta nossa página no Facebook.