• Áliston Meneses

Mais de 1 milhão de infectados se recuperaram da Covid-19 em todo o mundo


Mais de um milhão de pessoas se recuperaram da Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2), de acordo com a universidade americana Johns Hopkins. O balanço, que sofre alterações constantemente, refere-se apenas aos casos da doença confirmados oficialmente.


Em todo o mundo, mais de 3,2 milhões de pessoas contraíram o novo vírus e mais 233 mil morreram por complicações da Covid-19.


Nesta semana, o número de mortes no Brasil chegou a quase 6 mil e o de infectados passou de 85,3 mil. Os números mostram que o Brasil passou a China, mesmo com uma população menor. O novo ministro da Saúde, Nelson Teich, afirmou que a epidemia está em “franca ascendência” e que não é possível iniciar a liberação do isolamento.


Sem cura, sem vacina

O mundo segue em alerta com o avanço do novo coronavírus, que foi identificado no fim de 2019 na cidade de Wuhan, na China, porque ainda não há cura nem vacina para a Covid-19.

Desde de 3 de março, quando o mundo superou os mais de 100 mil casos confirmados, o número de infecções aumentou rapidamente e chegou em menos de 2 meses a 3 milhões.

Por isso, a principal medida de contenção do avanço da Organização Mundial da Saúde (OMS) e das autoridades em todo o planeta é o distanciamento social. O objetivo é fazer com que o número de infecções não dispare em um curto espaço de tempo e, assim, evitar um colapso dos sistemas hospitalar e funerário, como já aconteceu em algumas cidades, como Guayaquil, no Equador.


G1



Receba nossas atualizações

  • Facebook ícone social
  • Instagram

© 2019 Aconteceu PB — Todos os direitos reservados