• Áliston Meneses

Maioria dos deputados paraibanos votou a favor do não afastamento de Wilson Santiago


A Câmara Federal decidiu, em votação na noite desta quarta-feira (5), por voto nominal e aberto, por derrubar a decisão do ministro Celso de Mello do Supremo Tribunal Federal para afastar o deputado estadual Wilson Santiago (PTB-PB). Sete deputados paraibanos votaram a favor da proposta, dois votaram contra e houve uma abstenção. 


Foram 233 votos a favor do parecer do relator, deputado Marcelo Ramos (PL-AM), que foi contrário ao afastamento. Outros 170 deputados votaram por manter o afastamento de Wilson Santiago. Para manter a decisão do ministro do STF, seriam necessários 257 votos a favor do afastamento (contra o parecer do relator).


A votação, originalmente programada para começar a partir das 14h, teve início somente às 20h.


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello, determinou o afastamento do deputado federal Wilson Santiago do cargo. A decisão também determinou a prisão de seus assessores Evani Ramalho e Israel Nunes de Lima,  e de Severino Batista do Nascimento Neto, motorista de Bosco. A Operação Pés de Barro deflagrada na manhã deste sábado (21) tem o objetivo de desarticular uma organização criminosa dedicada à realização de pagamentos ilícitos e superfaturamentos de obras no Sertão da Paraíba.


Confira os votos:


ClickPB

Receba nossas atualizações

  • Facebook ícone social
  • Instagram

© 2019 Aconteceu PB — Todos os direitos reservados