• Áliston Meneses

LG anuncia fechamento da divisão de celulares

Empresa afirma que decisão visa fortalecer competitividade futura


A LG anunciou o fechamento da sua divisão geral de celulares. Com isso, a divisão de Taubaté, no interior de São Paulo, também será afetada. A confirmação foi enviada à imprensa na noite de domingo (4).

No comunicado, a empresa afirma que o negócio global de celulares tem prejuízos desde 2015 e que a decisão do fechamento visa fortalecer “competitividade futura por meio de seleção e foco estratégico”.

A LG também afirmou que irá atender as obrigações jurídicas e comunicar os funcionários por meio de “forma aberta e transparente”.

A empresa tem cerca de 1.000 colaboradores em Taubaté, de acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos. Destes, 400 trabalham na produção de celulares. A empresa também produz monitores e notebooks.

Os trabalhadores da LG em Taubaté estão em estado de greve. O Sindicato dos Metalúrgicos haviam dado um prazo para que a LG apresentasse uma proposta para manter os empregos na fábrica até 9 de abril.

Prefeitura de Taubaté Por meio de nota, a prefeitura informou que a LG deve manter a produção até maio. O poder público também informou que está trabalhando com o limite no abatimento de impostos para que a empresa continue na cidade e os empregos sejam mantidos.




Redação com Band Vale


Veja mais notícias no Aconteceu PB.

Receba nossas atualizações

  • Facebook ícone social
  • Instagram

© 2019 Aconteceu PB — Todos os direitos reservados