• Áliston Meneses

Justiça decreta prisão preventiva de motorista suspeito de matar motociclista



A justiça decretou a prisão preventiva de Ruan Ferreira de Oliveira, suspeito de provocar o acidente que resultou na morte do motociclista Kelton Marques, no último sábado (11), no Retão de Manaíra, em João Pessoa. A partir da ordem de prisão, ele é considerado foragido.


A Polícia Civil apresentou à Justiça um pedido de prisão temporária, no entanto, o Ministério Público se posicionou em parecer por uma prisão preventiva.


A prisão temporária tem prazo de duração de cinco dias, prorrogáveis por mais cinco, já a prisão preventiva não tem prazo definido.


Responsável pela defesa do suspeito, o advogado Harley Cordeiro afirmou ao Portal MaisPB, que discutiria na manhã desta segunda-feira (13) com o delegado responsável pelo caso a apresentação do seu cliente.


Conforme o delegado titular da Delegacia de Homicídios, Rodolfo Santa Cruz, a polícia aguarda decisão judicial para prender o suspeito, que após causar o acidente fugiu correndo e ainda não foi localizado.


O acidente ocorreu após Ruan Ferreira ultrapassar o sinal vermelho em alta velocidade e atingir a motocicleta que era conduzida por Kelton Marques. Vídeo feito no interior no carro mostra que Ruan dirigia a 163km/h no momento que atingiu o motociclista.


No veículo foram encontradas latas de cerveja e substância semelhante a entorpecente.



Redação com MaisPB


Veja mais notícias no Aconteceu PB.

sr joana.jpg