• Áliston Meneses

Homem preso acusado de matar 4 pessoas e apontado como líder de gangue em Boqueirão


O Núcleo de Homicídios de Queimadas e a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) de Campina Grande, realizaram a prisão nesta terça-feira (02), de um homem de 25 anos de idade, suspeito de representar uma facção criminosa em Boqueirão, no Agreste do estado.


De acordo com informações da Polícia Civil, o homem está envolvido em quatro assassinatos na cidade e estava escondido em uma casa no bairro da Liberdade, Zona Sul de Campina Grande.


Durante a ação, os policiais apreenderam com ele dois tabletes de maconha e vários sacos plásticos utilizados na embalagem da droga. Além das suspeitas dos homicídios, o homem preso também seria o mandante das chamadas ‘disciplinas’, sessões de tortura cometidas contra pessoas que não acatam ordens da facção criminosa a que pertence.


“Em dezembro de 2020, ele conseguiu escapar de um cerco policial que nós montamos para tentar prendê-lo, em Boqueirão, mas naquela ocasião três pessoas ligadas a ele foram presas. Inclusive, naquela operação, nós apreendemos maconha, cocaína e crack, além de dois chicotes de couro que eram usados nas torturas aos seus desafetos e sete bananas de dinamites”, disse o delegado seccional Ilamiltom Simplício.


A operação foi chamada de Santa Catarina, que é uma referência a rua onde o suspeito estava escondido, o homem foi levado até a Central de Polícia e agora aguarda os procedimentos padrões.



Redação

Veja mais notícias no Aconteceu PB.

Receba nossas atualizações

  • Facebook ícone social
  • Instagram

© 2019 Aconteceu PB — Todos os direitos reservados