• Áliston Meneses

Governo da PB anuncia 'Desafio Celso Furtado' com bolsas para estudantes e professores


O ano de 2020 marca o centenário do economista paraibano Celso Furtado. Nascido na cidade de Pombal, no sertão da Paraíba, Furtado foi um dos grandes intelectuais brasileiros do século XX e chegou a ser Ministro do Planejamento e também da Cultura entre as décadas de 1960 e 1980. Em comemoração ao centésimo aniversário do ilustre paraibano, o Governo do Estado, por meio Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia (SEECT-PB), publica neste sábado (25) o edital do “Desafio Celso Furtado: Os ares do mundo - Escola, Criatividade e Desenvolvimento Regional”, visando estimular projetos de desenvolvimento regional sustentável para problemáticas locais com os alunos do Ensino Médio e EJA da Rede Estadual de Ensino. Estudantes e professores que forem premiados receberão uma bolsa de iniciação científica por 12 meses.


O projeto tem como objetivo aproximar os estudantes matriculados na Rede Estadual de Ensino da vida e obra de Celso Furtado, buscando estimular o interesse por elementos históricos e econômicos que perpassam a realidade brasileira, utilizando-os como base para promover reflexões sobre o contexto em que se encontra cada unidade escolar, identificando problemáticas e propondo soluções. Será investido um total de R$ 155.400 em bolsas de iniciação científica e bolsas auxílio para orientações e formações.


O edital será publicado no Diário Oficial do Estado deste sábado (25), e também estará disponível em  https://paraiba.pb.gov.br/paraibaeduca, no qual as inscrições poderão ser feitas a partir de 3 de agosto. 


Para o secretário de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia da Paraíba, Cláudio Furtado, “fazer um link das ideias de Celso Furtado com a agenda da ONU mostra a força desse Desafio, assim como o alinhamento com o programa de governo de João Azevêdo, que prima pelo desenvolvimento regional. É a escola resolvendo problemas do seu meio socioeconômico, fazendo com que os alunos entendam as problemáticas da sua região e possam trabalhar para a resolução desses problemas”. 


Trilhas do Conhecimento - O desafio será desenvolvido em duas etapas: etapa escolar e etapa estadual, considerando diferentes atividades a serem realizadas. Para o desenvolvimento das etapas, serão traçadas Trilhas de Conhecimento, que irão permitir aos estudantes e professores observar a realidade e propor soluções para problemáticas locais, conectando o pensamento de Celso Furtado à Agenda 2030 proposta pela Organização das Nações Unidas (ONU). Assim, será possível partir da compreensão global dos desafios para o desenvolvimento das sociedades, contextualizando-os, a fim de propor soluções inovadoras para as problemáticas locais.


As trilhas em que os alunos deverão se basear são: ‘Bem estar socioambiental, ‘Desenvolvimento regional sustentável’ e ‘Instituições eficazes’. Na Etapa Escolar deverá ser implementada uma metodologia para o desenvolvimento dos projetos que considera as seguintes fases: compreensão do problema, projeção de soluções, prototipagem e implantação. A Etapa Estadual corresponderá a um encontro virtual para que os projetos selecionados para esta etapa possam realizar a defesa da solução desenvolvida (Pitch). Para esta etapa, deverá ser apresentado e defendido o projeto de implantação que contemple a solução para a problemática estudada.


Banco de Especialistas - Será criado um banco com nove profissionais especializados nas três Trilhas de Conhecimento, que serão responsáveis por realizar consultorias periódicas e auxiliarem, principalmente, no processo de articulação entre os estudos de Celso Furtado e a aplicabilidade do projeto desenvolvimento no âmbito escolar. Cada profissional selecionado irá receber uma bolsa-auxílio no valor de R$ 800,00. As inscrições para os especialistas interessados também estão disponíveis através do site https://paraiba.pb.gov.br/paraibaeduca e começam a partir do dia 3 de agosto.


Inscrições - A participação no “Desafio Celso Furtado” está restrita às equipes vinculadas às escolas de Ensino Médio de todas as modalidades de ensino da Rede Estadual de Ensino da Paraíba, sendo a Educação de Jovens e Adultos (EJA) restrita aos ciclos V e VI.  Poderão se inscrever mais de uma equipe da mesma escola, desde que não tenham participantes em mais de uma equipe, seja de estudantes ou de professores. Cada equipe deverá ser composta de até seis estudantes e até dois professores. As inscrições podem ser feitas por meio do site https://paraiba.pb.gov.br/paraibaeduca e ficam disponíveis a partir do dia 3 de agosto.


Premiação - Os alunos e professores que vencerem cada Trilha do Conhecimento estarão aptos a receber uma bolsa de iniciação científica a ser implementada em cooperação com a Fundação de Apoio à Pesquisa da Paraíba (Fapesq/PB), durante o prazo de 12 meses, no valor de R$ 400,00 para os estudantes; e R$ 600,00 para os professores orientadores.



Secom-PB

Receba nossas atualizações

  • Facebook ícone social
  • Instagram

© 2019 Aconteceu PB — Todos os direitos reservados