• Áliston Meneses

Goleiro Bruno e mais 19 jogadores do Rio Branco-AC são internados após intoxicação alimentar

O Rio Branco, do Acre, comunicou na madrugada deste domingo que a delegação da equipe foi parar na UPA 24 horas de Bragança (PA) após 20 dos 24 jogadores apresentarem sintomas de intoxicação alimentar. 


Segundo o clube, os atletas que apresentaram sintomas mais graves foram o goleiro Bruno, condenado pelo assassinato de Eliza Samudio, o meia Guilherme Campana e os zagueiros Paulinho e Wallinson. 


O clube informou que fez um B.O. do ocorrido, sem acusações a parte alguma. "Informamos que não é verdade que acusamos ou entramos com B.O contra o Hotel Íbis de Belém", disse o Rio Branco-AC. 


"Fomos hospedados em Belém na noite de sexta-feira, enquanto a situação aconteceu na madrugada de sábado para domingo, após uma refeição em um restaurante pré-determinado na logística da viagem na cidade de Bragança. Não foi o mesmo da imagem que publicamos na sexta", esclareceu a equipe.


De acordo com a Jovem Pan, o Rio Branco entregou 11 atestados à CBF pedindo a suspensão da partida contra o Bragantino-PA, válida pela Série D, além do prontuário e receitas de todos os 20 acometidos. 


O jogo foi remarcado para esta segunda-feira, às 13h (horário do Acre, 15h horário de Brasília).


Brasil 247

Receba nossas atualizações

  • Facebook ícone social
  • Instagram

© 2019 Aconteceu PB — Todos os direitos reservados