• Áliston Meneses

Eduardo Cunha diz que não pretende voltar para a política

O ex-deputado recebeu autorização para cumprir prisão domiciliar.

O ex-presidente da Câmara afirmou neste domingo (9.mai) que não tem intenção de voltar para a política. Em rede social, Cunha negou pretensão em partidos políticos ou em influenciar indicação ao Supremo Tribunal Federal (STF).


Na última quinta-feira (6.mai), o ex-deputado recebeu autorização para cumprir prisão domiciliar. Ele foi condenado em 2017 pela operação Lava Jato por crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e envio de dinheiro ao exterior sem declará-lo antecipadamente.


As publicações de Cunha foram em resposta à uma reportagem do portal O Antagonista, que divulgou que o carioca tinha interesses políticos. O ex-presidente da Câmara fez uma série de postagens negando a possibilidade.

"Não tenho condição e muito menos vontade de conduzir qualquer articulação com o MDB da Câmara", escreveu.

Cunha também negou que a filha dele, Danielle Cunha, seja candidata pela sigla.




Redação com Sbt News


Veja mais notícias no Aconteceu PB.