• Áliston Meneses

DJ Ivis é preso em Fortaleza por agressões à ex-mulher

Por não ter curso superior, Ivis ficará em uma cela comum.


Acusado de agredir a ex-mulher Pamella Holanda, o cantor DJ Ivis foi preso na tarde desta quarta- feira (14), em Fortaleza (CE). Por não ter curso superior, Ivis ficará em uma cela comum.


A informação foi confirmada pelo governador do Ceará, Camilo Santana (PT).

"Acabo de ser infomado pelo nosso secretário de Segurança da prisão do DJ Ivis, no caso das agressões a Pamella Holanda. A prisão preventiva havia sido solicitada ontem pela nossa Polícia Civil e decretada há pouco pela Justiça. Que responda pelo crime cometido", escreveu o governador nas redes sociais.

Vídeos gravados por câmeras de monitoramento e compartilhados no domingo (11.jul), nos stories do Instagram, por Pamella Holanda, companheira de Iverson de Souza Araújo, o DJ Ivis, mostram o compositor, tecladista e cantor agrendindo a mulher dentro de casa em diferentes situações.


Nas imagens, é possível ver DJ Ivis puxando a vítima pelo cabelo, utilizando a própria camiseta para golpeá-la e aplicando socos e chutes, inclusive na frente da filha do casal, a bebê Mel. Em cenas distintas, uma mulher e um homem ainda presenciam as agressões. Por fim, uma foto traz Pamella com hematomas e ferimentos.


Depois da divulgação das imagens, o cantor fez uma série de vídeos nas redes sociais nos quais confirma as agressões e tenta justificá-las com ameaças que não são explicadas:

"Sempre tentei fazer de tudo para que isso não chegasse ao extremo. E, como eu disse, tenho como provar tudo, nada vai justificar a reação que eu tive, mas não aguentava mais ameaças".


Pamella, por sua vez, agradedeu o apoio que recebeu após denunciar as agressões do ex-marido. "Eu quero e preciso agradecer todo o apoio que estou recebendo. Dizer que não estou bem, mas que estou segura, eu e minha filha. E dizer também que hoje o meu choro é de alívio por ter certeza que Deus está com a gente, que nunca mais vou viver o que vivi e que não preciso mais fingir pra ajudar ninguém", escreveu ela.


Nesta quarta-feira, Maria Vaneide da Silva, empregada de DJ Ivis e da ex-esposa prestou depoimento à Polícia Civil de Fortaleza. Ela compareceu espontaneamente à delegacia para dar informações sobre agressões e violência doméstica sofridas por Pamella. A Polícia Civil do Ceará espera terminar o inquérito policial ainda nesta semana.


Após o caso viralizar na internet, Xand Avião, dono da produtora Vybbe, que até então era responsável por gerenciar a carreira de Iverson, disse que o DJ não continuaria mais na empresa. Além disso, os serviços de streaming de música Spoyify e Deezer tiraram as faixas com o DJ Ivis de suas playlists e emissoras de rádio do Ceará retiraram as músicas do DJ de suas programações.



Redação com Sbt News



Veja mais notícias no Aconteceu PB.

sr joana.jpg