• Áliston Meneses

Descaso e falta de higiene em matadouro, coloca em risco saúde da população de São José de Piranhas

Confira as imagens do descaso e falta de higiene no matadouro público de São José de Piranhas


As péssimas condições de trabalho e instalações precárias do matadouro público da cidade de São José de Piranhas, no alto Sertão do estado da Paraíba, acende um sinal de alerta para a população, um dos locais mais relacionados à saúde humana, depois dos hospitais. É de lá que vem a carne que se come.


A estrutura física está totalmente sucateada e os funcionários, trabalham sem equipamentos de proteção individual (EPI). O prédio se encontra em precário estado de conservação, servindo para a proliferação de ratos e insetos, colocando em risco a saúde e a segurança da população.


O consumidor final acaba sendo o mais prejudicado, uma vez que os alimentos de origem animal são passíveis de contaminações durante todas as fases da produção.


Na maioria das vezes sem saber os riscos que estão correndo ao consumir esse alimento sem inspeção, sem seguir o mínimo de higiene, sem segurança alguma, expondo a matéria-prima a diferentes tipos de microrganismos, toxinas, bactérias e vírus, que podem levar a vários malefícios a saúde e até a morte.


As diversas irregularidades encontradas no local, tais como total falta de higiene, abate cruel dos animais ao extremo sofrimento, fossa aberta ao ar livre, e despejo irregular de restos mortais no meio ambiente, contaminando o solo local.


Conforme as imagens, no entorno do local, que fica as margens da Rodovia PB 366, são descartadas carcaças e restos dos animais abatidos que servem de alimento aos urubus aglomerados sob o teto e as paredes sujas e deterioradas do matadouro, facilitando o enorme risco para a saúde dos consumidores


O descarte de carcaças de animais é um assunto sério que deve ser encarado com responsabilidade.

Em setembro de 2020, a prefeitura de São José de Piranhas, por meio da Secretaria Municipal de Administração, garantiu recursos da ordem de quase R$ 500 mil (quinhentos mil reais) para a obra de reconstrução e ampliação do matadouro público municipal. Mas, até o momento o retrato é bem diferente. Além das péssimas condições de higiene, em meio a estruturas precárias e sujas.


Confira as imagens:


Aconteceu PB


Veja mais notícias no Aconteceu PB.


cartão logo.jpg
giphy.gif