• Áliston Meneses

Conselho de Ética aprova perda de mandato de Flordelis



O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara aprovou, por 16 votos a favor e 1 contra o parecer do relator, deputado Alexandre Leite (DEM-SP), que pede a perda de mandato da deputada Flordelis de Souza (PSD-RJ). A votação desta terça-feira (8.jun) foi realizada pois a deputada é ré na Justiça. A parlamentar é acusada de ser mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019.


Flordelis responde por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio, uso de documento falso e associação criminosa armada. Ela não pode ser presa por causa da imunidade parlamentar.


O único voto contra a cassação do mandato da deputada Flordelis foi o do deputado Márcio Labre (PSL-RJ).


A deputada terá cinco dias úteis a partir da divulgação para recorrer da decisão na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara, se assim ela desejar, antes de ir a votação do plenário da Câmara. São necessários 257 votos, maioria absoluta dos deputados, e se aprovado a deputada perderá seu mandato.




Redação com Sbt News


Veja mais notícias no Aconteceu PB.