• Áliston Meneses

Cartões de vacinação são vendidos de forma ilegal nas redes sociais, e na feira livre em CG

Secretaria de Saúde ressalta que é crime falsificar informações sanitárias e anuncia registro de B.O.


A Secretaria de Saúde de Campina Grande foi informada nessa segunda-feira (4) sobre um suposto esquema de venda de cartões de vacinação contra Covid-19 no município. Conforme a denúncia, feita em emissoras de rádio, os cartões estariam sendo comercializados de forma ilegal nas redes sociais e na Feira da Prata. A Prefeitura Municipal decidiu prestar um boletim de ocorrência sobre o caso.


Em nota, a Secretaria de Saúde assegura que realiza um rigoroso controle das remessas de cartões e aponta que, provavelmente, os criminosos fizeram cópias do documento. A pasta ressalta que é crime falsificar informações sanitárias, tanto de quem produz esses falsos dados, quanto de quem faz uso deles.


“A Coordenação Municipal de Imunização orienta aos estabelecimentos e empresas que cobram a comprovação da vacinação para entrada em ambientes ou para o exercício de determinadas atividades que exijam a comprovação digital, por meio da carteira de vacinação do sistema ConectSUS”, divulgou a prefeitura.



Redação


Veja mais notícias no Aconteceu PB.