• Áliston Meneses

Caixa começa a indicar motivo de bloqueio das contas do auxílio



A Caixa Econômica Federal começa a indicar nesta quinta-feira (23), diretamente na tela do aplicativo Caixa Tem, as razões que motivaram cada um dos bloqueios nas contas digitais abertas para o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600.


De acordo com a Caixa, a maior parte dos bloqueios (51%) ocorreu por suspeitas de fraude. As demais interrupções foram motivadas por inconsistências cadastrais dos beneficiários.


Ao acessar o Caixa Tem, os usuários com suspeita de fraude recebem uma mensagem indicando que é necessário procurar uma agência da Caixa para regularizar a situação.


O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, afirma que a procura pela agência deve ser feita conforme o calendário de pagamentos do auxílio. A medida visa evitar aglomeração na porta das agências.


"Se você nasceu em outubro, não adianta procurar uma agência neste momento em que estamos pagando os beneficiários nascidos em janeiro", alertou Guimarães em live realizada nesta quarta (22).


Os beneficiários com inconsistências cadastrais terão a chance de resolver a situação seguindo as orientações do próprio Caixa Tem, que indicará um link de acesso para o WhatsApp. No aplicativo de mensagens, será possível enviar os documentos pendentes.


"Essa inconsistência cadastral evita a necessidade de ir a uma agência e vai agilizar a liberação do cadastro”, afirmou o presidente do banco, que alerta para que o beneficiário tenha atenção para não enviar nenhum documento pessoal a outro destinatário que não seja a Caixa.


Com R7




Receba nossas atualizações

  • Facebook ícone social
  • Instagram

© 2019 Aconteceu PB — Todos os direitos reservados