• Áliston Meneses

Bruno Cunha Lima desabafa após vazamento de vídeo íntimo da sogra: “Família exposta ao ridículo”


O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), publicou em uma rede social um desabafo após o vazamento de um vídeo íntimo envolvendo a mãe da sua esposa, Juliana Cunha Lima, na última semana. O caso gerou repercussão nas redes sociais e, segundo Bruno, causou uma crise familiar.


Bruno declarou que foram vividos pela família e por ele ‘alguns dos piores dias da nossa vida’. A sua esposa chegou a suspender sua conta no Instagram.


“Numa semana, Juliana e eu descobrimos que estamos esperando nosso primeiro bebê (Deus é bom), na outra, nossa família foi exposta ao ridículo, ao escárnio público. Intencionalmente”, disse Bruno.


O político apontou que resolveu falar abertamente sobre o tema por não poder ser responsabilizado pelas ‘escolhas e atitudes de ninguém. Juliana não tem contato contínuo com a mãe há 10 anos, disse.


“Tive a oportunidade de ver muita coisa, de receber muitos “prints” – alguns que doem mais pelos autores do que pelo que foi escrito. Vi pessoas usando fotos da minha esposa e das minhas cunhadas com o intuito de atingir ainda mais quem já tinha tantos motivos pra chorar. Vi minha esposa com seis semanas de gravidez chorar duplamente – chorar por não ter a convivência da mãe há mais de 10 anos e chorar por ver a mãe em uma situação tão delicada”, declarou ainda.


Cunha Lima finalizou citando a sua religiosidade: “Chega a dar frio na barriga, mas precisamos admitir que a Palavra de Deus está se cumprindo. Pandemia, guerras, injustiça, perversidade, luxúria, ganância, ódio gratuito, falta de empatia e solidariedade. Tudo isso sempre existiu, mas está cada vez pior. Deus tenha misericórdia de nós. Todos nós. Nem tudo está perdido. Ainda existe tempo para nos arrependermos, embora ele esteja cada vez mais curto”.



Redação


Veja mais notícias no Aconteceu PB.