• Áliston Meneses

Botafogo-PB dá “puxão de orelha” em trio de jogadores e os obriga a devolver o Auxílio Emergencial


A diretoria do Botafogo-PB não gostou nada de saber que três dos seus jogadores receberam o Auxílio Emergencial do Governo Federal, mesmo tendo trabalho fixo, carteira assinada e não fazendo parte do grupo de pessoas em vulnerabilidade social por conta da pandemia do novo coronavírus. O clube se reuniu com os jogadores e os obrigou a devolver os recursos.


Nesse domingo, o Esporte Espetacular denunciou em uma reportagem da jornalista Gabriela Moreira que dirigentes da Federação Paraibana de Futebol (FPF), jogadores do Botafogo-PB e até familiares do atacante paraibano Hulk receberam o auxílio emergencial de maneira irregular.


Os goleiros Jean e Rhuan e o volante Rogério estão na lista de beneficiados pelo Governo Federal. O presidente do Botafogo-PB, Sérgio Meira, se incomodou com o que aconteceu, mas não revelou se vai ter algum tipo de punição interna.


– São particularidades e atos individuais. Conversamos com os jogadores e ajustamos algumas condutas. Os jogadores, inclusive, já estão fazendo as devoluções dos valores recebidos. Quanto às possíveis punições, o clube não vai publicizar a decisão tomada e não mais se manifestará sobre o assunto – comentou.


Ainda no domingo, o goleiro Rhuan havia confirmado que já havia devolvido o dinheiro referente ao auxílio emergencial.


Com Globo Esporte PB

Foto: Nádya Araújo / Botafogo-PB

sr joana.jpg