• Áliston Meneses

Bolsonaro diz que auxílio emergencial será de R$ 250 por mais 4 meses



O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta quinta-feira (25.fev) o valor de R$ 250 de auxílio emergencial por mais 4 meses.


"Eu estive hoje com Paulo Guedes [Ministro da Economia] e a partir de março, por quatro meses, teremos R$ 250 de auxílio emergencial"

Em sua live semanal, Bolsonaro sinalizou que o tema está sendo conversado também com o presidente da Câmara e do Senado. "O que acertamos na ponta da linha seja honrado por todos nós", afirmou.


A expectativa de Bolsonaro é que, após os 4 meses de auxílio, possam existir "novas propostas para o Bolsa Família".


O presidente também aproveitou o espaço para criticar as medidas de isolamento social adotadas por alguns governadores. O presidente costuma se colocar contra as restrições, dizendo que atrapalham a economia e os empregos.

"Agora, a população quer voltar a trabalhar e infelizmente um ou outro governador e um ou outro prefeito teima em baixar decretos obrigando essas pessoas a ficarem em casa. Agora, quem quer auxílio emergencial tem que cobrar do prefeito. Vão cobrar do respectivo governador, já que ele quer que você fique em casa eternamente e quer mandar a conta pra nós pagarmos. Eu teria o maior prazer de pagar eternamente um salário pra todo mundo, todo mundo viver numa boa em casa, sem trabalhar, mas isso não existe".

Nesta semana, o governador de São Paulo, João Doria, anunciou um endurecimento nas medidas de contenção do coronvírus no estado, incluindo um toque de recolher de 23h a 5h. Crítico do governo Bolsonaro, Doria é um dos nomes cogitados para enfrentar o atual presidente nas eleições de 2022.



Redação com Sbt News


Veja mais notícias no Aconteceu PB.

sr joana.jpg