• Áliston Meneses

Auxílio emergencial pode ser movimentado via Pix


O Pix, sistema de pagamentos instantâneo do Banco Central, poderá ser usado partir desta sexta- feira (30.abr) para movimentar valores do auxílio emergencial de 2021, que pode ser recebido através da conta digital da Caixa Econômica Federal. A única exceção às transações se dará para os casos de transferência para conta de mesma titularidade.


Segundo o BC, a medida foi adotada para evitar descontos ou compensações de dívidas dos usuários que implicariam redução do valor do auxílio. A movimentação via Pix até hoje não era permitida para os beneficiários, e tornou-se possível após um período de ajustes. Para começar a usar o sistema, o usuário do aplicativo Caixa Tem terá que cadastrar pelo menos uma chave Pix.


De acordo com a Caixa, os beneficiários do programa Bolsa Família, tanto aqueles que estão recebendo o auxílio emergencial 2021, por ser mais o benefício mais vantajoso, quanto aqueles que continuam recebendo o valor original, por meio de conta poupança, seguem as mesmas regras.


Segundo a Caixa, a após o início da nova funcionalidade de movimentação do auxílio emergencial pelo Pix, os usuários poderão fazer operações com o valor depositado na poupança digital da Caixa a qualquer momento. Ou seja, não será necessário esperar a liberação para saques e transferências bancárias convencionais como TED e DOC, o que pode ocorrer até 30 dias depois do depósito.


Portanto, o saldo do auxílio que estiver na conta poderá ser usado para pagamentos realização de compras por meio de cartão de débito virtual ou QR Code e realização de transações por meio do Pix (exceto para contas de mesma titularidade do beneficiário). O saque em espécie seguirá o calendário original do governo.



Redação com Sbt News


Veja mais notícias no Aconteceu PB.

sr joana.jpg