• Áliston Meneses

Aumento na conta de luz pode dobrar em 2022


Cálculos feitos pela Agência Nacional de Energia Elétrica apontam que a conta de luz pode subir 16,6% no ano que vem – o dobro do aumento já registrado neste ano.


O motivo do aumento nas tarifas da energia está nos custos com encargos setoriais, despesas com a compra e distribuição da energia e efeitos da inflação.


A Aneel atualizou os preços das taxas de 30 concessionárias que atendem 16 estados do país.


Desde janeiro, as tarifas para os consumidores residenciais tiveram um aumento médio de 7,1%.


Os municípios do estado de São Paulo, Minas Gerais e Paraná tiveram os reajustes mais altos, somando 11,2%.


REDUÇÃO VOLUNTÁRIA


Nesta segunda-feira (23), o Ministério de Minas e Energia lançou um programa de redução voluntária de energia para grandes consumidores.


O chamado RVD prevê que a economia feita por empresas nos horários de pico seja utilizada e redistribuída pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico.


Em troca, haverá redução dos encargos nas contas de luz.


Para começar a valer, no entanto, a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica ainda precisa publicar as diretrizes do programa, o que deve ocorrer em até uma semana.




Rádio BandNews FM


Veja mais notícias no Aconteceu PB.



sr joana.jpg