• Áliston Meneses

Atriz e humorista Marina Miranda morre aos 90 anos

Marina Miranda foi a primeira humorista negra na televisão brasileira.


A atriz e humorista Marina Miranda morreu, nesta terça-feira (21), aos 90 anos. A comediante estava internada em coma em um hospital do Rio de Janeiro por complicações do Alzheimer. Marina Miranda foi a primeira humorista negra na televisão brasileira, fez sucesso em participações em “Os Trapalhões” e atuou em novelas da Record TV, como “Prova de Amor”. A atriz completaria 91 anos no próximo dia 30.


A notícia foi confirmada pelo hospital, que disse em nota: “A direção do Centro de Emergência Regional (CER) do Leblon lamenta informar que a paciente Marina Miranda faleceu. Ela estava internada na unidade, com quadro grave, desde o dia 19”.


Natural da Paraíba do Sul, do Rio de Janeiro, Marina Miranda se mudou para Copacabana, na capital, com 3 anos de idade, onde morou durante toda sua vida. Iniciou carreira nos anos 60 como cantora lírica e chegou a gravar marchinhas de carnaval em sua voz, mas engatou na carreira de atriz nos anos 70 com a personagem Crioula Difícil, do humorístico Balança Mas Não Cai, na TV Globo.


Ela é reconhecida pelo seu trabalho humorístico em grandes produções da televisão como Escolinha do Professor Raimundo e Os trapalhões, mas também esteve em novelas como Dancin’ Days, Vereda Tropical e A Gata Comeu. Em 2010, foi reconhecida pela sua contribuição para a cultura nacional com o Troféu Raça Negra, seu único prêmio, como apontou a filha da atriz em publicação no Instagram.







Redação


Veja mais notícias no Aconteceu PB.