• Áliston Meneses

Atenção: Intenso ciclone deixa Sul do Brasil em alerta máximo



Um ciclone subtropical atinge o Sul do Brasil nesta terça-feira (17). A previsão é de que o fenômeno, batizado de Yakecan, chegue primeiro à costa do Rio Grande do Sul, passando, depois, por Santa Catarina e Paraná, além do sul do estado de São Paulo.


As rajadas de vento podem chegar a 100 quilômetros por hora e evoluir ao longo desta terça-feira (17), segundo explicou o diretor do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Miguel Ivan, durante coletiva de imprensa nesta segunda.


A Marinha, que classificou como “tempestade subtropical”, afirmou que o deslocamento previsto para o sistema é na direção oeste/noroeste, em direção à costa do gaúcha, ocasião na qual poderá ser classificado como tempestade tropical, entre as noites de terça e quarta (18). O nome do ciclone vem da expressão “Yakecan”, que significa “o som do céu” em tupi-guarani.


A Climatempo já vinha alertando o público sobre a possibilidade de formação deste sistema e seu potencial de perigo para a navegação em águas brasileiras e para a população da Região Sul. Independentemente da sua classificação técnica, este ciclone é uma área de baixa pressão atmosférica muito intensa, que não se observa normalmente. É um sistema com potencial para provocar ventania perigosa, com risco de destelhamento de coberturas frágeis, de queda de galhos grandes e outros transtornos.


O vento forte e persistente provocado pelo ciclone sobre o oceano deixa o mar muito agitado e gera grandes ondas que vão provocar ressaca no litoral da Região Sul e de parte do Sudeste. A situação é de perigo para a navegação marítima.



Redação


Veja mais notícias no Aconteceu PB.

cartão logo.jpg
giphy.gif